Palmas - Tocantins - Brasil, Quarta-Feira, 26 de Setembro de 2018

Acessos: 83487

Você está em: Página Inicial » Notícias » Detalhe da Notícia

A ONDA É: JUVENTUDE E ECONÔMIA

Dar mesada aos filhos pode ser uma ótima oportunidade de formar adultos conscientes

Shara Rezende
Palmas

Os pais têm a tarefa de educar e preparar seus filhos para o futuro. Um dos caminhos para essas crianças e adolescentes aprenderem a lidar com o desperdício e consumismo pode ser a mesada. Esta, se utilizada como instrumento educativo para gerenciar o dinheiro pode ser muito eficaz, fazendo desses pequenos, consumidores conscientes.

Thasso Magnus, 17 anos, conta que economiza uma porcentagem da mesada a fim de poder comprar um automóvel. “Guardo boa parte da minha mesada, tento gastar o mínimo possível para que no futuro eu possa comprar um carro.” Thasso julga fundamental o hábito de mesada. “É muito importante porque assim a gente aprende a dar valor e economizar e quando eu estiver trabalhando e, ganhando o meu dinheiro, terei mais consciência de como gastá-lo”, salienta.

O adolescente Thalles Augusto, 14 anos, fala que a mesada que ele recebe é gasta em diversão. “Gasto com meus amigos, uso para sair, ir ao cinema, pizzaria, na lan house e o resto que sobra estou juntando para comprar um violão.” Para ele, a mesada o ajuda a aprender a lhe dar com dinheiro.

Autonomia
O funcionário público Alexandre Magno é pai dos adolescentes e conta que passou a dar mesadas para os filhos buscando ensinar-lhes autonomia. “Eu dou a mesada para que eles tenham a liberdade de comprar as coisas que eles tem interesse. Assim eles aprendem a controlar os gastos, economizar e poupar e também aprender a valorizar não só o dinheiro mas o trabalho que está por trás disso”, destaca.

Educação
Segundo a psicóloga Juliana Lourenço, a mesada deve ter um caráter educativo e não de recompensa. “A atitude que muitos pais tomam de usar a mesada como gratificação em troca de favores dá um outro tipo de conotação ao dinheiro. A mesada não deve ter uma simbologia de favorecimento, e sim deve dar autonomia para as crianças e adolescentes.” Outro ponto importante de acordo com a psicóloga é que os pais devem prestar atenção onde as crianças estão empregando esse dinheiro. “A mesada deve ser uma ação em benéficio da educação”, ressalta.

Saiba mais
Os 10 Mandamentos do jovem consumidor

1. Não compre por impulso, planeje, essa grana pode ser necessária em outras ocasiões.

2. Pesquise antes de comprar. Você vai ver como isso será lucrativo.

3. Preste atenção na origem, prazo de validade e se o produto está em boas condições para não cair numa roubada.

4. Formas de pagamento são tão importantes quanto a qualidade dos produtos. Pesquise a melhor forma de pagamento para o seu bolso.

5. Caso se sinta injustiçado por qualquer tipo de serviço, tire suas dúvidas e procure alguma organização de direitos do consumidor.

Fonte: http://www.mesada.com.br

 

Fonte: http://www.jornaldotocantins.com.br/ edição dia 16/05/2010.

Notícias relacionadas