Guaraí - Tocantins - Brasil, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

Acessos: 77647

Você está em: Página Inicial » Notícias » Detalhe da Notícia

21 estados compõem a Feira da Economia Solidária e Criativa da TEIA da Diversidade

De 19 a 24 de maio, acontece na TEIA da Diversidade a Feira da Economia Solidária e Criativa. Na tenda da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), estandes representativos de 21 estados, além de espaços para a matriz africana e os povos indígenas, vão comercializar peças de confecção, artesanato, alimentos e outros artigos produzidos no âmbito do Programa Cultura Viva.

Para Ekede Isabel, coordenadora da Feira da Economia Solidária e Criativa, o espaço de comercialização da TEIA da Diversidade se configura como rede de escoamento dos produtos feitos no âmbito do segmento cultural, que vão muito além do artesanato. “Nossa produção é política, rica e articuladora. Queremos ter renda a partir da cultura: a ideia é que os projetos se tornem auto-sustentáveis”, explica Isabel, que também é titular do grupo de trabalho de economia solidária da Comissão Nacional dos Pontos de Cultura.

Ekede Isabel coordena a Feira da Economia Solidária e Criativa. Foto: arquivo pessoal

Segundo a coordenadora, é fundamental dar uma característica profissional aos empreendedores: “Precisamos ser organizados para que a gestão pública nos leve a sério”. Ekede Isabel afirma que o objetivo dos articuladores e participantes da Feira da Economia Solidária e Criativa é fazer, ao fim do encontro, o lançamento de uma central de negócios do Programa Cultura Viva.

Outro destaque da Feira é a inclusão de um estande institucional da Secretaria Nacional de Economia Solidária (SENAES) e seus parceiros, que vai mostrar projetos bem sucedidos no âmbito da economia solidária e disponibilizar informações sobre as possibilidades de empreender no campo da cultura.

Política, moda e construção em rede

No dia 22, a Roda de Conversa sobre economia solidária e economia criativa vai debater a contextualização, o fomento e as políticas públicas para o segmento e terá a presença de Paul Singer, Secretário Nacional de Economia Solidária do Ministério do Trabalho. No mesmo dia, acontece o Desfile da Diversidade, que vai levar à passarela toda diversidade criativa, cultural e produtiva do universo do Programa Cultura Viva.

Já no dia 23, acontece uma Roda de Conversa sobre redes, cadeias produtivas e comercialização, além de uma oficina de bancos comunitários de desenvolvimento e moedas sociais. Confira os horários e espaços de realização das atividades na programação da Feira da Economia Solidária e Criativa.

Notícias relacionadas